terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

HERMES TRIMEGISTO E O HERMETISMO, HERMETICAMENTE FECHADO E CONCEITOS HERMETICOS

O que vem a ser hermético?

Quando se diz que algo esta “hermeticamente” fechado o que se quer dizer exatamente com isso?!
E quando se diz que algo ou alguém é “hermético”???
Essa palavra, nessas duas afirmações, tem sentidos diferentes mas provem de uma mesma fonte.
Hermes Trimegisto, segundo alguns afirmam, era um ocultista. E para alguns outros, ele foi o próprio “fundador” do ocultismo.
Não se trata aqui de apontar ou não bases históricas para comprovar a existência ou não dele, mas sim de compreender a origem etnológica do termo “hermético”.
O (considerado por alguns) sábio, alquimista e ocultista Hermes Trimegisto versava sobre temas profundos e de difícil alcance à compreensão da maioria. Daí o fato de que ele falava para poucos e para a maioria de seus ouvintes o entendimento de suas palavras estava fechado. Estava fechado para a compreensão plena ou mesmo parcial.

ATENÇÃO:
Não confundir o “Hermes” a qual me refiro com o “Hermes” divindade grega da velocidade, mensageiro dos deuses olímpicos. Este último, que tem seu equivalente no deus Mercúrio dos romanos, é também a divindade que rege o que chamamos de astucia (daí ele ter sido protetor dos comerciantes), rege as informações rápidas (poderia ser, hoje em dia, o “protetor” dos jornalistas e a divindade que rege a internet, kkk)


Uma vez desfeita a possível confusão que poderia ser feita entre o “Hermes” ocultista e o “Hermes-Mercurio” divindade Greco-romana, voltemos ao primeiro.

Referi-me aos dois sentidos respectivos das frases “Essa embalagem esta hermeticamente fechada” (Primeiro sentido) e “Pedro é hermético” (segundo sentido)

PRIMEIRO SENTIDO:
Daí que temos agora “hermético” como algo fechado. Quando se diz que algo esta fechado é diferente de dizer que esta hermeticamente fechado. Ainda que “hermético” nessa acepção signifique “fechado” colocar os dois termos juntos “hermeticamente” e “fechado” não é uma redundância. “Hermetico” não vem aí como sinônimo da ideia de “fechado” mas sim um superlativo que só se aplica ao conceito de “fechado”.
Exemplo: Aquela embalagem esta hermeticamente fechada.

SEGUNDO SENTIDO:
Agora, no que diz respeito ao termo “hermético” aplicado nas frases “Pedro é hermético” e “Esse filme é hermético”. Estamos nos referindo a idéias de difícil apreensão. Quando usamos referências ou abordamos temas de pouco acesso estamos sendo herméticos. Usar termos técnicos de medicina, quadrinhos ou forró, ou novelas ou de surf numa roda de conversa em que a maioria não detém conhecimentos sobre essas áreas, é estar sendo “hermético”. Agora, uma vez que usamos referências as quais o grupo domina facilmente e não seja obrigado a recorrer de memórias muit antigas e distantes, é não ser hermético.


Hermeto Pascoal é hermético? Talvez essa pergunta, com um quê de trocadilho seja uma bom exemplo hermetismo, kkkk...

Ps.: Tais considerações tem como fontes de consultas, diversos livros e pessoas as quais fui lendo, ouvindo e analisando ao longo da vida. 

Assina esse artigo: Wanderson Silva de Souza (Leia-se "Uanderson")



Um comentário:

Anônimo disse...

Não concordei com a explicação sobre Hermes Trismegistus, que foi um nome dado por ocultistas ao deus egípcio Thoth, que corresponde ao deus grego Hermes. Não sei como associar o deus Hermes com o termo "hermeticamente fechado"; talvez "perfeitamente fechado"? Não sei. O "trismetisto" quer dizer 3 vezes grande.